• Sônia Apolinário

Desfile virtual das Carmelitas e edital para blocos de rua abrem o Não-Carnaval 2021 ComuniC

Em 2020, o bloco Carmelitas, de Santa Teresa, completou 30 anos de Carnaval. Pela primeira vez, durante todo esse período, em 2021 não haverá desfile. Porém, tem camiseta nova e desfile virtual.


O artista Aroeira criou a camiseta deste ano, que está disponível para compra. Contato: 21 987907997, Alvanísio Damasceno.


Para o desfile virtual também foi criado um novo samba, pelo Coletivo Carmelitas, gravado pela cantora Nina Rosa. Com a palavra, a diretoria do bloco:


“Este samba é dedicado à memória de todos os que perderam a vida para a Covid-19. Agradecemos aos profissionais de saúde, que tantas vidas salvaram e continuam salvando. E esperamos que vocês curtam muito o nosso samba, mas em casa. Até 2022.” (Bloco das Carmelitas).


Confira o desfile do não carnaval de 2021 das Carmelitas



A prefeitura do Rio de Janeiro lançará, em março, o edital “Cultura do Carnaval Carioca”, que vai distribuir um total de R$ 3 milhões em prêmios para auxiliar quem promove a folia de rua. O documento prevê a escolha de 125 projetos inéditos. Os participantes terão em contrapartida que gerar conteúdos e produtos inéditos sobre essa cultura e estimular a criação estética por parte dos grupos carnavalescos.


Poderão participar representantes de blocos, bandas, bailes, turmas, fanfarras, cordões e outras manifestações culturais que tenham o mínimo de três anos de existência no carnaval carioca.


Os conteúdos do edital “Cultura do Carnaval Carioca” foram divididos em três categorias: “Origem”, que prevê a produção de um minidocumentário ou um projeto de memória; “Som”, uma faixa musical; e “Estética”, uma fantasia/adereço original.


Na categoria “Origens”, 50 grupos serão contemplados com prêmios de R$ 30 mil para cada um; “Som” premiará 40 grupos com o valor de R$ 20 mil; e “Estética”, 35 grupos com R$ 20 mil.


Na seleção, serão valorizadas as propostas que se comprometerem em repartir o recurso entre o maior número de pessoas.


A prefeitura do Rio promete lançar um outro edital voltado para os trabalhadores das escolas de samba.



Leia também:

Viradouro estreia série de lives carnavalescas




Destaques
Últimas