• Sônia Apolinário

Coca-Cola Brasil e Heineken anunciam novo acordo para distribuição de seus produtos

Depois de uma briga judicial, o sistema Coca-Cola Brasil e o grupo Heineken trocaram de bem e anunciaram um acordo para distribuição de seus produtos. O novo contrato está previsto para entrar em vigor até junho.



As partes iniciarão uma suave transição das marcas Heineken e Amstel para a rede de distribuição do Grupo Heineken no Brasil. O Sistema Coca-Cola continuará a oferecer Kaiser, Bavaria e Sol, e complementará o portfólio com a Eisenbahn e outras marcas internacionais.


Ainda como parte do redesenho da parceria de distribuição, o Sistema Coca-Cola Brasil poderá vender e distribuir outras cervejas e bebidas alcoólicas, até uma certa proporção do portfólio do Grupo Heineken, assim como a cervejaria terá a possibilidade de explorar outras oportunidades no segmento não alcoólico.


O acordo terá um prazo inicial até 31 de dezembro de 2026, com possibilidade de renovação automática pelo período subsequente de cinco anos, observadas certas condições. O contrato está sujeito às aprovações regulatórias cabíveis.


A briga entre as duas empresas começou com a aquisição pela Heineken do grupo Brasil Kirin. O negócio de R$ 2,2 bilhões, realizado em 2017, permitiu que a cervejaria holandesa ficasse com 20% do mercado nacional da bebida. Ser distribuída no país pela Coca-Cola estava incluído no pacote, mas a Heineken tentou rescindir essa parte do contrato. E assim, uma batalha judicial começou a ser travada, em 2018.


O contrato original estaria em vigor até 2022. A Coca-Cola teve ganhos em alguns rounds. O novo acordo, como informado pelo comunicado conjunto divulgado pelas empresas, encerra “todos os litígios entre elas relativos a acordos de distribuição anteriores”.


Foto: Getty Images

Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolinário