• Sônia Apolinário

Uma microcervejaria está sendo construída no Méier, zona norte carioca

Em pleno Méier, na zona norte do Rio de Janeiro, uma nova cervejaria faz os testes finais das primeiras receitas que irá produzir. Se tudo correr dentro do cronograma previsto, até setembro, entra em funcionamento a Fellowbeer e o seu bar da fábrica.


O projeto envolve seis amigos e um investimento de R$ 400 mil. A garagem do imóvel onde mora o pai de um dos sócios foi adaptada para receber a fábrica. E o pai vai continuar morando por lá.


Nesse grupo, três são cervejeiros caseiros. Dois deles (Marco Antônio Rodrigues e

Jeferson Barrozo) partiram para estudar tecnologia cervejeira e, o outro (Carlos Gomes), se tornou sommelier. A ideia de ter um negócio próprio começou a ser fermentada por eles em 2017. Uma oportunidade de compra de equipamentos deu o empurrão necessário para tirar o projeto da gaveta.


“O Méier é um bairro com um bom poder aquisitivo. Vamos vender nossas próprias cervejas, ou seja, poderemos praticar um preço mais baixo. Até agora, só existem duas lojas que vendem esse tipo de cerveja, na região. Nós podemos vir a ser a porta de entrada para a cerveja artesanal para um novo público”, comenta Carlos Gomes.


Os equipamentos chegaram na, ainda garagem, em abril do ano passado. A fábrica tem capacidade de produção de 1,1 mil litros por mês, com possibilidade de expansão para aproximadamente 2,1 mil litros por mês. Teve até equipamento construído pelos próprios sócios - no grupo tem biólogos, especialistas em TI e engenheiros, inclusive, o “pai” dono do imóvel é técnico em refrigeração.


Adequar os equipamentos foi, até o momento, o maior desafio encontrado pelo consultor Pedro Ribeiro, no trabalho de desenvolvimento da marca.


“Tinham peças usadas, novas e outras construídas por eles mesmos e era preciso ajustar tudo para obter uma produção eficiente”, comenta Pedro Ribeiro.


Segundo ele, a opção dos sócios por uma cervejaria com bar da fábrica e não um brewpub foi para simplificar a gestão do negócio. Uma American Lager, uma Witbier e uma American IPA serão as três primeiras cervejas produzidas por lá. Na Fellowbeer, além do chope, as bebidas serão envasadas tanto em garrafa quanto em lata, para serem comercializadas também em outros lugares


Esses amigos de infância, que jogavam muito RPG e são fãs de histórias do tipo Senhor dos Anéis, não tiveram dúvidas que esse clima de magia daria o tom da cervejaria. Na rua Pedro de Carvalho, da porta da ex-garagem para dentro, tudo está correndo bem, inclusive já tem Hobbit dando o ar da graça por lá. Da porta para fora, a expectativa é a chegada do alvará da prefeitura que dará início à legalização da marca.




Destaques
Últimas