top of page
  • Sônia Apolinário

Obaluaiyê e Yansã vão reger 2024




Obaluaiyê (Omolu) e Yansã (Oyá) são os orixás regentes de 2024. Segundo Pai Paulo de Oxalá, Obaluaiyê é o senhor da terra, ou seja, ponderado em suas atitudes. Já Yansã é tempestiva e está ligada à negociação.

 

“As energias desses Orixás vão impulsionar a nossa determinação, garra, resiliência e criatividade. Essas habilidades serão imprescindíveis para nos estimularem a seguir em frente, driblando todas as adversidades financeiras do dia a dia”, afirmou ele na sua coluna no jornal Extra.

 

Ele também alertou que a palavra-chave em 2024 será: equilíbrio. Isso porque, o bom gerenciamento das situações poderá "sucumbir ao entusiasmo do imediatismo”, explicou.


 

Obaluaiyê (Omolu)




É o orixá da cura em todos os seus aspectos, da terra, do respeito aos mais velhos e protetor da saúde. É chamado sempre que necessário afastamento de enfermidades.


Todo esforço para manter o equilíbrio mental, físico, emocional ou espiritual também é uma forma de cultuar este orixá. Como as coletividades também adoecem, todo esforço para aqueles que nos cercam ou para melhorar o mundo em que vivemos também é uma forma de cultuar Obaluaiê.


Ao contrário do que pensam, ele não é o deus da morte, dos mortos, do cemitério ou das almas que lá habitam. O que acontece é que, por ser o orixá que promove a cura para as enfermidades, automaticamente ele está sempre próximo a Iku,(orixá responsável por tirar a vida), uma vez que ele promove a cura para aqueles que estão perto da morte


Yansã


Yansã é uma figura proeminente dentro da cultura afro-brasileira e representa uma das divindades mais reverenciadas nas religiões de matriz africana no Brasil. Seu papel abrange desde aspectos ligados à natureza até características ligadas à personalidade humana.


Sua trajetória mitológica ganhou destaque por sua associação com ventos, tempestades, transformação e liderança. Na mitologia, Yansã é frequentemente retratada como uma mulher de grande força, coragem e determinação. Ela é a senhora dos ventos e das tempestades, capaz de desencadear mudanças climáticas intensas.

 

 

Comments


Destaques
Últimas
bottom of page