Dutra Beer lança pré-venda da sua Black is Beautiful

 

Depois do projeto All Together, agora, cervejarias do mundo inteiro se juntam para lançar a Black is Beautiful. Mais uma vez, a iniciativa de unir o universo craft beer em torno de uma causa partiu de uma marca norte-americana. Agora, foi a texana Weathered Souls que encabeçou o projeto e elaborou a receita de uma  Imperial Stout com 10% de teor alcoólico que será usada de base pelos participantes da ação. Até o momento, 1.066 cervejarias de 20 países aderiram. Desse total, 9 marcas são brasileiras. A Dutra Beer, de Santo André (SP) acabou de colocou a sua versão em pré-venda. 

 

Quem participa do projeto Black is Beautiful se compromete a reverter parte das vendas da cerveja para apoiar iniciativas ligadas ao combate ao racismo ou de apoio à cultura negra. No caso da All Toghether, as vendas foram destinadas para estabelecimentos que integram a categoria de serviços e seus funcionários, um segmento que teve que fechar as portas por conta da quarentena de combate ao coronavírus.

 

A ideia da Black is Beautiful surgiu em função dos protestos que se seguiram à morte de George Floyd. Afro-americano, ele foi assassinado em Minneapolis, no último dia 25 de maio, estrangulado por um policial branco que ajoelhou-se em seu pescoço, durante uma abordagem, por supostamente Floyd ter usado uma nota falsificada de vinte dólares em um supermercado.

 

Marcus Baskerville, um dos sócios da Weathered Souls, sabe muito bem como a polícia norte-americana costuma abordar pessoas negras. Ele já foi vítima de várias situações de abuso de autoridade com uso de violência por parte de policiais.

 

“O projeto também tem como objetivo conscientizar as pessoas em relação às injustiças que pessoas negras sofrem, diariamente, com abordagens violentas. No nosso caso, são situações que acontecem, principalmente, nas periferias de cidades brasileiras”, comenta André Dutra, dono da Dutra Beer.

 

Levar consciência política de classe para o consumidor é o objetivo da cervejaria que milita em movimentos sociais. Carlos Marighella, Kozo Okamoto, Simone de Beauvoir e Martin Luther King são algumas das personalidades ligadas a movimentos políticos homenageadas nas suas cervejas.

 

 

 

Para customizar o rótulo base da sua Black is Beautifil, André escolheu uma imagem de Malcolm X e uma frase que celebrizou: “Eu não chamo de violência quando é em autodefesa, eu chamo de inteligência” . Um dos maiores defensores do nacionalismo negro, nos EUA, Malcom X foi assassinado aos 39 anos. Ele levou 16 tiros, em frente à esposa, que estava grávida, e suas quatro filhas.

 

Quanto tomou conhecimento a respeito da Black is Beautiful, André entrou em contato com a Weathered Souls e pediu para participar. Foi orientado a se cadastrar no site  do projeto e contar a história da sua marca. Em alguns dias, recebeu o sinal verde para produzir.

 

Sua Imperial Stout teve adição de coco queimado e nibs de cacau. A produção dos 100 litros foi feita no início de julho. A comercialização está prevista para começar em 15 de agosto. Parte da renda será revertida para o Ilú Obá De Min (SP), projeto que tem como objetivo preservar e divulgar a cultura negra no Brasil e também para a frente Marcha das Mulheres Negras, coletivo com sede também em  de São Paulo.

 

Ao todo, oito rótulos da Dutra Beer já têm parte de suas vendas destinadas a projetos sociais como, por exemplo, Olga Benário (Movimento de Mulheres Olga Benário), Che Guevara (Associação Cultural José Martí) e Manchinha (ONGs de proteção de animais).

 

 

 

“Sempre que sabemos de um projeto social que a gente possa ajudar, procuramos participar. Em relação a projetos contra o racismo, muitos ainda acham que é mi mi mi. Mas é muito importante dar visibilidade a esses movimentos e apoiar financeiramente organizações de negros e negras. No caso da Black is Beautiful, será permanente. Podemos produzir esse rótulo quando quisermos, com o compromisso de apoiar instituições voltadas para causas que lutam contra o racismo”, explica André que participou da programação do Talk Chopp Live no Insta de julho com a sua  Dutra Beer.

 

 

 

Até o momento, das marcas brasileiras cadastradas no site do projeto Black is Beautiful, outras duas são paulistas: Dádiva (que estará no Talk Chopp Live no Insta de agosto) e Antony’s.  As outras são Alpendorf, Mito e Paranoide (Rio de Janeiro), Lola (Goiás), Vinil (Minas Gerais), Djoffa (Pernambuco).

 

Para comentar, aqui

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Cervejarias do Nordeste e Centro-Oeste marcam presença no Talk Chopp com a Lupulinário em agosto

02/08/2020

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br