• Sônia Apolinário

Poesias de Carlos Cardoso reunidas em "Melancolia"

O pintor e escultor Carlos Vergara e o escritor Silviano Santiago se juntam ao poeta Carlos Cardoso para um bate-papo cultural, hoje (terça-feira, 8), às 19h, na Livraria da Travessa de Ipanema (RJ). Em seguida, Cardoso lança seu livro de poesia “Melancolia” (Editora Record) cuja capa foi criada a partir de uma obra de Vergara.

A composição do artista plástico “traduziu” um dos 39 poemas do livro, “O pato de pedra”, que, segundo o autor, é um “retrato rochoso” dele mesmo.

“Que melancolia / pertence a esse pato / em suas fotos / onde o azul prevalece?”, indaga o autor, em um trecho do poema dedicado ao escultor.

No livro, pedras estão por toda parte - “perambulam pelos versos”. Ganham vida, sentimentos, vozes e até fantasia de carnaval.

Na opinião da escritora e crítica literária Heloísa Buarque de Hollanda, a poesia de Carlos Cardoso é “antes de mais nada, uma técnica de sobrevivência”. Ela assina a orelha do livro:

“Iniciei a leitura pronta para um mergulho num universo poético marcado por tristezas vagas, profundas, resistentes. Mas não achei traços nem as sonoridades melancólicas que previra e, de certa forma, esperava (...) A poesia de Carlos Cardoso é vital”, diz ela.

Poeta e também engenheiro, o carioca Carlos Cardoso, de 46 anos, estreou na literatura em 2004 com o livro “Sol Descalço”. “Melancolia” é sua quinta obra. Coube ao também poeta e crítico literário Antonio Carlos Secchin, assinar o posfácio. Lá, o também membro da Academia Brasileira de Letras afirma:

“A Melancolia que nomeia a obra não se oferta de início (...) dissemina ao longo do livro (...) Esse não dizer das palavras é o horizonte a que aspira o poeta. Não o silêncio prévio ao dizer, e sim o silêncio para além do que pôde ser dito, e que resiste como núcleo infranqueável e impermeável à verbalização”.

Secchin e o poeta Antonio Cícero estarão em São Paulo para participar do bate-papo cultural, ao lado de Cardoso, que antecederá o lançamento de “Melancolia”, na cidade. Será no próximo dia 29, às 19h, na Livraria da Vila (Alameda Lorena 1731, Jardim Paulista).

A Livraria da Travessa de Ipanema fica na Rua Visconde de Pirajá, 572.

Para comentar, aqui

Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolinário