• Sônia Apolinário

Um dos últimos trabalhos de Eduardo Galvão, 'Um Tio Quase Perfeito 2' estreia nos cinemas

Protagonizado por Marcus Majella ("Vai que Cola", "220 Volts" e "Ferdinando Show"), a comédia “Um Tio Quase Perfeito 2”, estreia nos cinemas na quinta-feira, dia 7 de janeiro. No elenco também estão Ana Lúcia Torre, Danton Mello e Eduardo Galvão em um dos últimos trabalhos do ator falecido em dezembro passado.



Galvão interpreta Gustavo, ex-marido de Ângela ((Leticia Isnard) e pai dos sobrinhos de Tony (Marcus Majella) – o personagem também pode ser visto no primeiro longa da franquia, lançado em 2017.


Típico “filme de férias”, “Um Tio Quase Perfeito 2” mostra um mais maduro Tony que, aparentemente, abandonou a vida de trambiques. Agora, ele é professor da escola dos sobrinhos amados, Patricia (Julia Svacinna), ativista ambiental inspirada em Greta Thunberg; João (João Barreto), youtuber que faz paródias de produções cinematográficas; e a pequena aventureira Valentina (Soffia Monteiro), que adora arco e flecha e futebol.


Longe dos pequenos golpes que arquitetava em parceria com a mãe, Cecilia (Ana Lucia Torre), Tony vive em harmonia com a irmã, Angela (Letícia Isnard). Tudo parece estar na mais perfeita paz, até que aparece um rival que vai tirar Tony do sério: Beto (Danton Mello), namorado de Ângela. Enlouquecido de ciúmes dos sobrinhos, Tony fará tudo para sabotar Beto e afastá-lo de Ângela. Nessa “guerra”, terá como aliado o adolescente Rodrigo (Fhelipe Gomes), filho de Beto, que não está nem um pouco interessado em “ganhar” irmãos.


Tentar manchar a reputação de Beto com as crianças, sabotar sua loja de orgânicos, promover um encontro de Ângela com o ex-marido Gustavo são alguns dos planos de Tony pra impedir o casamento da irmã.


“O filme mostra a importância do respeito e da tolerância com o que é diferente. A família cresceu e as questões ficaram mais complexas. Tony precisa enfrentar os problemas de forma mais adulta. Porém, ele tem uma personalidade que não muda. Agora ele está trabalhando, tem dinheiro, mas tem um pouco aquela cara de vai que dar defeito a qualquer momento”, comenta o diretor Pedro Antonio, que também dirigiu o primeiro longa da série, além de títulos como “Tô Ryca”, “Altas Expectativas” e “Uma Pitada de Sorte”.


Filmado no Rio de Janeiro durante seis semanas, em outubro de 2019, o longa teve locações em Petrópolis, na região serrana, e nos bairros carioca da Lagoa Rodrigo de Freitas, Laranjeiras, Cosme Velho, Itanhangá, Grajaú e Ipanema.


Confira cena com Eduardo Galvão


Confira trailer do filme




Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolinário