• Sônia Apolinário

Niterói recebe 7 mil doses da vacina Oxford/Astrazeneca

A prefeitura de Niterói informou que o município recebeu hoje, segunda-feira 25 de janeiro, 7.070 doses da vacina Oxford/Astrazeneca. A previsão é que sejam aplicadas a partir de quarta-feira (27), válidas como primeira dose.


O público-alvo é praticamente o mesmo que iniciou a imunização na cidade com a CoronaVac: profissionais de saúde e idosos que moram em Instituições de Longa Permanência, agora acrescido de maiores de 18 anos com necessidades especiais e institucionalizadas. A vacinação será feita nas unidades de saúde e através de equipes volantes que irão às instituições.


Do início da imunização em Niterói, no último dia 19, até o momento, 4.968 pessoas foram vacinadas. Ao todo, a cidade recebeu, então, 11.620 doses de Coronavac.


Boletim

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Niterói, o município registra 27.020 casos confirmados de Covid-19, com 249 pessoas em isolamento domiciliar. O total de óbitos é de 723 e de pacientes recuperados é de 25.779.


Aulas

Um decreto com alterações no Plano de Transição Gradual para o Novo Normal para o segmento da Educação será publicado nesta terça-feira (26). Com as mudanças, o setor de educação passa a ser considerado essencial em Niterói. Desta forma, as aulas presenciais em todos os níveis – infantil, fundamental e médio – poderão ser retomadas a partir do dia 1 de fevereiro, nas escolas da rede particular. Neste momento, o funcionamento será com o ensino híbrido, modalidade que concilia o online com o presencial em turmas reduzidas.


Sobre a volta às aulas na rede municipal de ensino, que vai encerrar o ano letivo de 2020 em fevereiro, ainda será apresentado um cronograma.


“Em maio, quando lançamos o Plano de Transição Gradual para o Novo Normal, ainda não estava claro o papel que a criança teria na transmissão do coronavírus. Por isso, optou-se pelo fechamento do setor. Porém, estudos recentes começaram a deixar claro que a criança tem um papel baixo na transmissão do coronavírus, especialmente crianças abaixo dos 10 anos. Por isso, ficou claro para nós que, como a Educação é considerada por todos em Niterói como um serviço importante e, após verificar que as nossas crianças têm sofrido com a distância do ambiente escolar, decidimos reposicionar o setor de Educação dentro do Plano”, explicou o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, em comunicado enviado para imprensa.



Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Niterói

Foto: reprodução página oficial da Prefeitura de Niterói no Facebook


Com dúvidas sobre as vacinas? Informe-se diretamente pelo portal da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em "Especial Covid-19"




Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolinário