top of page
  • Sônia Apolinário

Oficial do Ministério Público de MG lança ficção sobre golpes amorosos baseado em casos reais

Relatos reais de vítimas do “golpe do amor” serviram como base para a ficção "Eu confiei nele: um perverso golpe virtual do amor e a superação impulsionada por um sonho audaz", de Ana Cristina Ribeiro Alves.

Tendo trabalhado com casos semelhantes no Ministério Público do Estado de Minas Gerais como especialista em Direito Público e Direito Privado, ela percebeu que poderia auxiliar "sobreviventes" desse crime por meio da literatura.


No processo de idealização da obra, Ana descobriu que esse tipo de estelionato era ainda mais comum e, inclusive, tinha acontecido com uma amiga. Na maioria das vezes, os eventos seguiam certos padrões: um perfil fingia ser um famoso nas redes sociais, induzia pessoas, muitas em situação de vulnerabilidade, a manter um falso relacionamento à distância e tirava dinheiro delas. Quando as vítimas percebiam que haviam sido enganadas, sentiam-se envergonhadas e passavam a compartilhar as dores com desconhecidos na internet.


No enredo, Karen acredita estar envolvida em uma relação amorosa com o ator Michael Vienna. A protagonista é uma trabalhadora comum, que está em um momento frágil devido às consequências da pandemia e à perda de uma pessoa próxima. Envolvida em uma série de circunstâncias que a fragilizam, ela se dispõe a pagar valores altos para encontrar o ídolo presencialmente, sem saber que tudo não passa de uma mentira.


Além de contribuir para que o leitor possa identificar os sinais do crime e para posicionar sobre o estado emocional das vítimas, antes e depois do golpe, Ana Cristina também traz uma visão otimista para o enfrentamento do trauma. A necessidade de comunicar-se, dedicar-se a um novo aprendizado e reconhecer que a vida, apesar das mazelas, vale a pena ser vivida, são as mensagens por trás dessa emocionante história.


Comments


Destaques
Últimas
bottom of page