top of page
  • Sônia Apolinário

Flip e Bienal deixarão os livros em evidência por 15 dias no Rio de Janeiro

Os dois principais eventos literários, realizados no Rio de Janeiro, marcaram suas edições de 2021 em datas próximas. A Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) será realizada de forma virtual, de 27 de novembro a 5 de dezembro. A Bienal do Livro, presencial, está prevista para acontecer de 3 a 12 de dezembro, no Riocentro.



A Flip escolheu a palavra Nhe’éry (Mata Altântica, em Guarani) para nortear o evento deste ano. A sua 19ª edição terá a floresta como inspiração. De acordo com os organizadores, a ideia é prevalecer “a colaboração em vez da competição”.

Este ano, pela primeira vez, o evento terá um coletivo de curadores. São eles: Anna Dantes (colaboradora da Escola Viva Huni Kuin e uma das fundadoras do Selvagem – Ciclo de estudos sobre a vida); Evando Nascimento (escritor e filósofo, pioneiro na reflexão sobre literatura e plantas no Brasil); João Paulo Lima Barreto (antropólogo do povo Tukano, do Alto Rio Negro, fundador do Centro de Medicina Indígena em Manaus); e Pedro Meira Monteiro (professor da Princeton University e um dos fundadores da oficina Poéticas Amazônicas, no Brazil LAB da Universidade). Todos estarão sob a coordenação do antropólogo Hermano Vianna.


Ainda de acordo com os organizadores, o evento pretende abrir espaço “para refletir sobre as questões da contemporaneidade e a superação de suas crises do ponto de vista artístico, semântico, cognitivo, ambiental, político e socioeconômico”. Assim, a programação “vai dialogar com criadores, pensadores e conhecedores que têm se voltado para ancestralidades e outros modelos de organização social e visões diferentes do conhecimento”.


Na programação geral, as mesas e intervenções videográficas buscarão um formato híbrido, sem presença de público. As homenagens serão voltadas para escritores, pensadores e mestres indígenas vítimas da Covid-19. Dentre os participantes, o primeiro nome anunciado pela organização foi o do escritor chileno Alejandro Zambra. Radicado no México, ele já participou da Flip em 2012.


Já a Bienal do Livro Rio, em 2021, vai celebrar a sua 20º edição. Até o momento, o que foi informado pelos organizadores diz respeito às regras de segurança sanitária do evento.


A ideia é receber metade do público habitual. Esse controle será feito pela compra do ingresso, a ser realizado apenas de forma online. Metade do espaço de 100 mil metros quadrados será ao ar livre.


No interior, a promessa é de maior espaço entre os estandes e “ruas” mais largas. O uso de máscara será obrigatório e a entrada será feita mediante apresentação do comprovante de vacinação.








Comments


Destaques
Últimas
bottom of page