• Sônia Apolinário

Festival online vai reunir 400 livros de fotografia com feira e roda de conversas na programação

Uma exposição online de acesso gratuito vai reunir 400 livros de fotografia. O Festival Imaginária, que será realizado de quarta-feira (24) até domingo, terá debate com os artistas, editores e pesquisadores da cultura visual.



Organizado pela editora paulista Lovely House, o evento tem como objetivo ampliar a visibilidade dos livros de fotografia. Na sua primeira edição, terá também premiações, feira de publicadores e maratona de edição.


“O fotolivro assume um lugar de registro físico e memória para posterioridade. Além disso, diante de um tempo cada vez menor de observação das imagens por conta da dinâmica das mídias e do tempo publicitário, o fotolivro, com seus diferentes formatos e linguagens, é um convite para a contemplação da fotografia”, afirma José Fujocka, cofundador, curador e organizador dos eventos da casa de livros e editora Lovely House, especializada em publicação e venda de livros de fotografia e artes visuais.


As editoras ou autores independentes que participam do evento poderão expor e comercializar seus livros durante os cinco dias de evento. Uma maratona de edição de imagens acontecerá com a participação do grupo Lombada, que avaliará portfólios direcionando para a formatação de fotolivros em ambiente virtual.


Um ciclo de conversas entre editores, publicadores e pensadores trazendo reflexões sobre a publicação impressa como suporte da fotografia contemporânea, com curadoria da Lovely House e Daniela Moura, faz parte da programação. Entre os participantes estão Horacio Fernández, Rosângela Rennó, Geórgia Quintas, Ana Paula Vitorio, André Penteado, Paulo Silveira e o Centro de Estudos de Fotografia de Montevideu.


O Prêmio Lovely 2021, um concurso de “bonecos” de fotolivros e fotozines, também faz parte do Imaginária. Os primeiros lugares em cada categoria serão publicados pela Lovely House Editora, enquanto o segundo e o terceiro lugares, na categoria Fotolivros, receberão uma bolsa de residência artística realizada em formato on-line.


"O festival pretende atrair um público interessado nesta nova forma de construir e narrar histórias por imagens. É urgente fazer circular o que tem sido produzido no Brasil”, comenta Luciana Molisani, sócia da Lovely House.


Acompanhe o festival

Conheça os jurados da premiação

Conheça os expositores da Feira de livros

Acompanhe a maratona de edição - até o momento, com 44 projetos inscritos

Programação completa do ciclo de conversas


Exemplo


O livro “Niterói em Fatos e Fotos” foi lançado pelo fotógrafo Antonio Schumacher. Publicado pela DB Editora, apresenta 50 dos principais pontos histórico-culturais da cidade. Bilíngue, a obra apresenta fotos de prédios centenários, museus, fortes militares, igrejas, hortos e parques ecológicos, além de equipamentos culturais e praias. Também estão entre os locais fotografados a Pedra do Índio, o sesquicentenário Theatro Municipal João Caetano e a Ponte Rio-Niterói, que já foi a segunda maior via suspensa do mundo.


“Observando alguns registros fotográficos existentes das maravilhas de Niterói, percebi que faltava algo, geralmente apenas as fachadas eram retratadas. Daí veio a ideia de produzir um livro de fotos sobre a cidade sob um ponto de vista especial, que incluísse cliques aéreos de drone e ângulos internos, com foco na arquitetura de época, proporcionando ao público uma perspectiva diferente de cada local”, conta Schumacher (foto), especializado em fotos de arquitetura e paisagens.






Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolinário