• Sônia Apolinário

Com Blumenau em “nível grave” para o Covid-19, parte do Festival Brasileiro da Cerveja é adiada

Com Blumenau (SC) em “nível grave” para o Coronavírus, após duas semanas na classificação mais alta (gravíssima), os organizadores do Festival Brasileiro da Cerveja adiaram parte do evento: o festival cervejeiro propriamente dito e a Feira Brasileira da Cerveja. O Concurso Brasileiro de Cervejas foi mantido, com o julgamento das amostras a ser feito de forma presencial, em março. Encerrada as inscrições para participar da competição, 467 cervejarias de todo o país, inscreveram 3.162 rótulos para avaliação.


Lupulinário conversou com Develon da Rocha, presidente da Associação Blumenauense de Turismo, Cultura e Eventos (Ablutec), que organiza o Festival, com a coordenação técnica da Escola Superior de Cerveja e Malte. Ele pegou Covid-19 e, no momento, se recupera da doença.


A data da edição 2021 do evento foi marcada tão logo terminou o festival, ano passado, nas vésperas do país entrar em quarentena e aglomerações serem proibidas. Na verdade, um dia antes da abertura da edição 2020 do festival, foi cogitado o seu cancelamento, já por conta do Covid-19.


“Inicialmente, mantivemos o evento de 2021 porque a gente sempre tem esperança que a situação melhore. Porém, não há condições de realizarmos o festival, neste momento. Chega uma hora que temos que tomar uma decisão. Até o final de janeiro, vamos definir uma nova data”, comenta Develon.


Ainda se recuperando do quadro de Coronavírus, ele chegou a ser internado no hospital. Por uma semana, perdeu olfato e paladar.


“O susto foi grande”, admite.


Na sua avaliação, a adesão ao FBC estava “boa”, com 70 cervejarias confirmadas – exceto por uma do nordeste, todas as marcas são do sul e sudeste do país. Desse total, 10 participariam pela primeira vez. Como no ano passado, o evento previa participação máxima de 100 cervejarias.


Já a feira, Develon admite que a adesão estava mais fraca. Em relação ao concurso, manteve praticamente o mesmo número de inscrições em relação ao ano passado. Em 2020, a competição premiou 203 rótulos de 126 marcas nacionais, dentre 3.284 amostras.


Mantido o concurso, de forma presencial, de 6 a 8 de março, no Parque Vila Germânica, os organizadores enfrentam, agora, um “xadrez” em relação aos jurados internacionais. Vários não poderão mais viajar por conta das restrições sanitárias de seus países. Do Brasil, participarão cerca de 60 profissionais. Apenas a cerimônia de premiação, prevista para 9 de março, será virtual.


Sobre a nova data do FBC, Develon afirma que sua expectativa é “não ter expectativa”:


“O festival é um dos maiores eventos do país. Precisamos ter um posicionamento para que o pessoal possa se preparar para participar. A nova data ajuda as pessoas a se programarem. E nós vamos monitorando a situação. Blumenau está hoje em ‘nível grave’, mas já esteve em nível ‘gravísimo’. A vacina começou a chegar. Vamos avaliar”.



Destaques
Últimas