• Sônia Apolinário

Exposição no CRAB monta perfil do artesanato brasileiro com 190 peças de 62 mestres

O sociólogo Gilberto Freyre e o escritor Mário de Andrade serão os guias que conduzirão o público pela exposição “Que Mestre é Esse?” que será inaugurada na sexta-feira (24), no Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB), no Rio de Janeiro. Textos dos intelectuais que são referência da cultura nacional ajudam a montar um perfil do artesanato brasileiro representado na mostra por 190 peças de 62 artistas.

Em destaque, obras do escultor sergipano Véio, do escultor cearense Nino e do escultor fluminense Chico Tabibuia (foto) ; dos mestres Didi (BA) e Salustiano das rabecas (PE). Estarão expostas as cadeiras de Seu Fernando, da Ilha do Ferro (AL), os pássaros de Mestre Cunha (PE) e as máscaras de Ciça (CE). Há ainda um espaço consagrado à pintura, com trabalhos de Poteiro, Heitor dos Prazeres, Cardosinho, Paulo Pedro Leal (pintura abaixo) e Júlio Martins.

Madeira, cerâmica, barro, folha-de-Flandres, fibras vegetais e conchas são alguns dos materiais usados para a criação das peças. Mestres do pensamento, o pernambucano Gilberto Freyre (1900-1987) e o paulista Mário de Andrade (1893-1945), há quase um século, reconheceram a arte popular como uma característica forte da cultura brasileira. Seus textos vão guiar e inspirar os visitantes pelas salas do CRAB, misturadas a canções da Música Popular Brasileira, na voz de vários dos nossos maiores intérpretes.

As peças foram cedidas por diversos colecionadores. O jornalista e escritor Leonel Kaz e o cenógrafo Jair de Souza respondem pela curadoria da exposição.

O CRAB funciona de terça a sábado, de 10h às 17h. Fica na Praça Tiradentes 69, Centro do Rio de Janeiro. Entrada franca.

Para comentar, aqui

Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br