Sorvete vegano chileno NotIceCream chega ao mercado brasileiro

03/12/2019

A NotCo, startup de origem chilena que usa inteligência artificial para produzir alimentos sustentáveis à base de plantas, lança neste mês, no mercado brasileiro o Not IceCream, feito 100% de ingredientes vegetais e com a cremosidade dos sorvetes tradicionais. Já vendido no Chile, o NotIceCream agora pretende conquistar os brasileiros que amam sorvete.

 

De acordo com a empresa, o Not IceCream é o primeiro sorvete vegano à venda em redes de supermercados no Brasil a conseguir entregar uma textura e cremosidade tão parecidas com os sorvetes tradicionais. Ele é feito sem leite e com proteína de ervilha. Não contém glúten, transgênico ou ovo. 

 

Todos os produtos da NotCo têm sua receita formulada por um algoritmo de inteligência artificial, criado pelos fundadores da companhia e apelidado de Giuseppe, que procura reproduzir a estrutura molecular dos alimentos de origem animal ao sugerir uma combinação plantas.

 

“O Not IceCream é um sorvete cremoso delicioso. Se ninguém disser que é feito a partir de ervilha e outros ingredientes vegetais, o consumidor não nota”, diz Luiz Augusto Silva, presidente da NotCo no Brasil. “A escolha dos ingredientes foi feita pelo Giuseppe, nosso algoritmo de inteligência artificial, e nos surpreendeu, porque ficou incrivelmente gostoso”.

 

Inicialmente, o Not IceCream estará disponível nas redes de supermercado de São Paulo no sabor chocolate. Em breve, a NotCo lançará também outros sabores, como baunilha, cookies & cream e morango, e o sorvete chegará a outras capitais.

 

A missão da NotCo é revolucionar a indústria alimentícia com a sua proposta de “mudar sem mudar”. Com tecnologia, a startup altera os ingredientes e a maneira como os alimentos são produzidos, mas o consumidor final não percebe a diferença, porque sabor, textura e aroma são aqueles a que ele está acostumado e que lhe dão prazer.

 

Maionese sem ovos


O Not IceCream é o segundo produto da marca no Brasil. Ele se soma à Not Mayo, maionese sem ovos da marca lançada em maio no Brasil. Feita à base de grão de bico, a NotMayo não contém glúten, colesterol ou lactose. Ela é vendida nas versões Original, Garlic, Olive e Spicy em redes de supermercado e está presente em lanchonetes de São Paulo, como o Cabana Burger e a Lanchonete da Cidade.

 

No Chile, terceiro país de maior consumo per capta de maionese no mundo, a Not Mayo foi lançada em março de 2017 e se tornou a terceira marca de maionese mais vendida nas principais redes varejistas do país, movimentando o segmento. Desde então, a NotCo aumentou em três vezes sua produção.

 

A NotCo também comercializa no Chile o Not Milk, versão de leite que também é feita à base de repolho e abacaxi disponível nos sabores tradicional e achocolatado. O Not Milk deve chegar ao Brasil ainda neste ano.

 

Revolução dos alimentos


A NotCo nasceu em 2015 no Chile com a missão de revolucionar o modelo de produção da indústria alimentícia oferecendo produtos saborosos e sustentáveis exclusivamente à base de vegetais.

 

As três cabeças que deram origem a essa revolução dos alimentos são: Karim Pichara, CTO da NotCo, doutor em ciência da computação, especialista em machine learning e ciência de dados; Matías Muchnick, CEO da NotCo, empreendedor com bacharelado em economia e pós-graduação pelas Universidades da Califórnia, Berkeley e Harvard; Pablo Zamora, CSO da NotCo, doutor em biotecnologia vegetal e especialista em bioquímica e genética de plantas.

 

Entre os investidores da NotCo está o fundo Bezos Expeditions (de Jeff Bezos, fundador da Amazon). A companhia já levantou US$ 33 milhões em duas rodadas de investimento, em 2017 e 2019. Outros investidores são os fundos the Craftory (que investe em negócios de bens de consumo com causa), Kaszek Ventures (que investe em empresas de tecnologia de alto impacto), a aceleradora americana IndieBio (focada em biotecnologia), e o Maya Capital (liderado por Lara Lemann e Monica Saggioro).

 

Leia também: Produtos plant based, que imitam carne, começam a disputar o mercado brasileiro

 

Publicado originalmente por Comida na Mesa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Ambev e Pratinha se unem em busca de inovação cervejeira

14/11/2019

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br