Adriana Calcanhotto faz show de inauguração da Sala Nelson Pereira dos Santos, em Niterói

Com o show “Margem”, da cantora Adriana Calcanhotto, será inaugurada amanhã (1 de outubro), às 20h, a Sala Nelson Pereira dos Santos. Trata-se de um espaço multiuso que faz parte do Centro Petrobras de Cinema, em São Domingos, em Niterói (RJ). O edifício, em forma de rolo de filme, foi projetado pelo arquiteto Orscar Niemeyer, em  2001. Do complexo, deveria fazer  parte o Museu do Cinema, ainda sem previsão de inauguração.

 

 

Com 491 lugares, a sala foi batizada de Nelson Pereira dos Santos (1928-2018) em homenagem ao cineasta paulista, que chegou a morar por um tempo em Niterói. Ele ajudou a criar a escola de Cinema e de Comunicação da Universidade Federal Fluminense (UFF), um projeto iniciado em 1964.

 

O Centro Petrobras de Cinema faz parte do Caminho Niemeyer -  um conjunto de equipamentos culturais também projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

 

Originalmente, deveria se estender por toda a orla da cidade, a partir do Centro, até Charitas. Chegou, até agora, em Boa Viagem, com o Museu de Arte Contemporânea (MAC). A maior parte das construções está no Centro, onde se encontra o Teatro Popular. As obras do Caminho começaram em 2002.  A nova sala fica ao lado do Reserva Cultural, parte do complexo cultural, onde funcionam cinco salas de cinema, livraria e restaurantes. Esse espaço não é administrado pela prefeitura de Niterói, ao contrário dos outros equipamentos que fazem parte do Caminho.

 

Margem

 

O show que marcará a inauguração da sala faz parte da turnê de lançamento do disco de mesmo nome, lançado por Adriana Calcanhotto, em junho. Há sete anos, a cantora não apresentava obras inéditas. “Margem” completa uma trilogia iniciada há 21 anos com “Marítimo”, passando por “Maré” (2008).

 

No novo disco, Adriana apresenta sonoridades diferentes. Há acordes árabes em “Príncipe das Marés”, funk (“Meu Bonde”) e eletrônico em "Ogunté”. No show, ela mistura os três álbuns e acrescenta sucessos como “Devolva-me”.

 

"De 'Maré' para cá, não lancei mais discos de estúdio, registrei algumas apresentações em DVD, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre, projetos de palco que acabaram gravados. Em 2018, fiz shows em Portugal e no Brasil com um espetáculo criado a partir da minha estadia como docente na Universidade de Coimbra. "A Mulher do Pau Brasil" foi um repertório de canções ligadas às ideias da Poesia Pau Brasil, de Oswald de Andrade, e de sua turma de enormes artistas e colaboradores, movimento que sempre me influenciou de forma muito profunda, desde a adolescência", conta a cantora. "Paralelas à turnê brasileira, fizemos, eu, Bem Gil, Bruno Di Lullo e Rafael Rocha, as sessões de gravação do 'Margem', que encerra a trilogia, mas não o assunto. Porque, a cada um dos três discos, o tema revelou-se para mim mais e mais urgente".

 

Programação

 

A prefeitura de Niterói anunciou a realização de outros shows, na sala, durante o mês de outubro:

 

Dia 3: o grupo afro percussivo Aguidavi do Jêje, com participação especial do cantor Gilberto Gil.

Dias 10 e 11: Preta Gil.

Dia 17: grupo Moça Prosa, primeira roda de samba formada por mulheres, criada na Pedra do Sal (RJ).

Dia 24: Cláudio Lins

Dia 31: Nelson Sargento

 

Serviço
 

 

Adriana Calcanhotto – “Margem”
Local: Sala Nelson Pereira dos Santos - Avenida Visconde do Rio Branco, 880, São Domingos,  Niterói(RJ)

Data: 01/10/2019
Horário: 20 hs
Ingresso: R$40,00 (meia) / R$80,00 (inteira)

 

 

         

          Clique na foto para ver o clipe de "Ogunté"

 

 

                            Para comentar, aqui


 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Ambev e Pratinha se unem em busca de inovação cervejeira

14/11/2019

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br