CRAB inaugura exposição com 500 peças do Museu Casa do Pontal

Uma exposição com 500 peças do Museu Casa do Pontal será inaugurada hoje (sábado, 6), no Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB), na Praça Tiradentes, no Rio de Janeiro. A Casa do Pontal tem o maior acervo de arte popular do Brasil e foi inundado pelas chuvas, em abril. Desde então, encontra-se fechado.

 

“Brasilidade Na Arte Popular” exibe obras da coleção reunida por mais de 50 anos pelo designer francês Jacques Van de Beuque. As peças são representativas da cultura de 11 estados brasileiros e do Distrito Federal.

 

 

A exposição ocupará sete salas do primeiro pavimento do CRAB com temáticas variadas, que falam a respeito da vida cotidiana, das relações afetivas, bem como do trabalho, dos ofícios e tradições dos artesãos brasileiros. Entre as peças, cerâmicas de Mestre Vitalino,  Zé Caboclo, Manoel Eudócio, Antônio Luiz e GTO, como é conhecido Geraldo Teles de Oliveira, de Itapecerica (MG).

 

Uma sala inteira abrigará a grande instalação “Carnaval”, de Adalton Fernandes, com centenas de personagens. A obra traz passistas, ritmistas, mestre-sala e porta-bandeira em um desfile de escola de samba, na Sapucaí. Todos os personagens, em barro, se movimentam e vibram ao som da bateria.

 

Antes do CRAB, o Espaço Cultural BNDES também abrigou uma exposição com peças do Museu Casa do Pontal, que ficou aberta à visitação entre abril e junho. “Fronteira da Arte – Criadores Populares” apresentou um conjunto de 100 esculturas e modelagens feitas por 27 autores, de todo o país.

 

Considerado o mais significativo museu de arte popular do Brasil, o Museu Casa do Pontal é composto por cerca de 8.500 peças de 300 artistas brasileiros, produzidas a partir do século XX. A exposição permanente do Museu costumava reunir, em 1.500 m² de galerias, obras representativas das variadas culturas rurais e urbanas do país. Todo o acervo é das pesquisas e viagens do designer Jacques Van de Beuque. O Museu Casa do Pontal está instalado em um sítio de 5 mil m², no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.
 

Em seus 40 anos de atuação, o Museu Casa do Pontal realizou cerca de 40 exposições

parciais do acervo no Brasil e em outros 14 países. Desde 1996, já atendeu mais de 400 mil pessoas através do seu Programa Social e Educacional, que envolve visitas teatralizadas, exposições itinerantes e formação continuada de educadores e gestores de projetos culturais e sociais. Oferece também programas de atendimento direcionados a turistas nacionais e estrangeiros, como monitoramento e visitas musicais em diferentes idiomas.

 

“O CRAB não poderia deixar de dar seu apoio, neste momento, ao Museu Casa do Pontal. Temos o mesmo DNA nas obras que expomos ao público. Artesanato e Arte Popular caminham juntos e são o reflexo da produção artística popular do nosso país. É muito triste ter um espaço desses, como o Museu do Pontal, fechado ao público. Por isso, fizemos uma parceria solidária”, explicou o gerente do Centro de Referência do Sebrae, Rony Oliveira.

 

Atualmente, o CRAB abriga 700 itens. O centro funciona na Praça Tiradentes 69. O local é composto por três prédios históricos do século XVIII. Esse complexo está tombado pelo IPHAN, na esfera federal; pelo INEPAC, na estadual; e pelo IRPH, órgão municipal. Os três prédios fazem parte do Corredor Cultural do Rio Antigo, criado para preservar áreas históricas.

 

 

Dia 6 é o primeiro sábado de julho, significa que tem Feira da Lavradio e Ocupação Cultural na Praça Tiradentes, atividades do Polo Cultural do Rio Antigo

 

 

Para comentar, aqui

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Ambev e Pratinha se unem em busca de inovação cervejeira

14/11/2019

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br