• Sônia Apolinário

A escritora Heloísa Buarque de Hollanda inspira cerveja criada por confraria feminina

A escritora e pesquisadora Heloísa Buarque de Hollanda foi a inspiração para a produção da primeira cerveja de 2018 da confraria feminina Goose Island Sisterhood, de São Paulo. Batizada de Helô, essa New England IPA terá seu lucro revertido para a Casa Mulheres da Maré, no Complexo da Maré, Rio de Janeiro. Como em todas as produções da confraria, a venda será feita exclusivamente na Goose Island Brewhouse.

A Goose Island Sisterhood foi criada ano passado por Beatriz Ruiz, Gerente de Conhecimento Cervejeiro da Ambev. A gigante cervejeira nacional tem a norte-americana Goose Island no seu Portfólio desde 2011. A Brewhouse da marca, em São Paulo, é sua sede. A confraria cria rótulos com venda revertida para entidades que promovem o empoderamento feminino. A Helô é a quinta produção do grupo.

Paulista, Heloísa Buarque de Hollanda privilegia, nas suas pesquisas, a relação entre cultura e desenvolvimento. Poesia, relações de gênero e as culturas tidas como marginais são os alvos de seu interesse. Nos últimos anos, vem se dedicando à cultura produzida nas periferias das grandes cidades.

Por indicação da homenageada, a confraria vai doar o lucro das vendas da Helô para a Casa Mulheres da Maré. Inaugurada em 2016 no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio de Janeio, o local oferece cursos profissionalizantes, oficinas e atendimentos às mulheres da comunidade. Criada entre os manguezais e alagadiços às margens da Baía de Guanabara, a Maré é formada por 17 favelas onde vivem cerca de 200 mil pessoas.

Para conhecer a história da confraria, leia aqui

Para comentar, aqui

Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br