• Sônia Apolinário

ICB inaugura fábrica-escola em Indaiatuba

Uma das principais referências no país em formação de sommeliers e ensino de tecnologia cervejeira, o Instituto da Cerveja Brasil (ICB) vai ampliar sua atuação. No sábado, dia 27, inaugura em Indaiatuba (SP) sua fábrica-escola, de olho nos ex-alunos que se tornaram “ciganos”. A cervejaria do ICB terá capacidade de produção de 15 mil litros por mês e representa um investimento de R$ 3,5 milhões.

A fábrica foi instalada em um galpão de 900 metros quadrados, construído em um terreno de 1 mil metros quadrados. A capacidade de brassagem é de 1 mil litros. A planta tem capacidade total para produzir 60 mil litros por mês.

“A fábrica será uma extensão do Instituto. A parte prática dos nossos cursos de tecnologia era feita em fábricas de parceiros. Agora, será na nossa. Além disso, percebemos que havia uma grande demanda por parte dos ex-alunos que passaram a produzir cerveja. Nós atenderemos pedidos a partir de 1 mil litros. Poucas fábricas atendem essa quantidade, considerada pouca. Além disso, nossos ex-alunos que produzirem na nossa fábrica terão suporte e monitoramento feito pelos professores”, explica Luis Fernando Amaro, responsável pelo marketing da fábrica e um dos cinco sócios do empreendimento.

Os outros são os cervejeiros Alfredo Ferreira e Kátia Zanata, Alexander Moraes (financeiro) e Estácio Rodrigues (marketing e comercial do ICB).

As obras começaram em março do ano passado. Há cerca de 30 dias é que o MAPA foi solicitado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Ou seja, a fábrica pode inaugurar, mas ainda não pode funcionar.

Segundo Luis Fernando, a festa no sábado é para “comemorar o fim das obras”, com a participação de 20 cervejarias parceiras que terão a responsabilidade de matar a sede do público. Ele acredita que dentro de 30 dias, a produção terá começado. Em fevereiro, a expectativa é abrir o bar da fábrica e promover visitações guiadas e palestras, aos sábados.

“Montar uma indústria, no Brasil, é complexo. Todos os sócios são ex-executivos de mercado. Nunca tínhamos montado uma fábrica. O maior desafio foi lidar com a parte operacional, legal e processual do negócio. São vários órgãos que demandam informações e procedimentos, sem falar da parte fiscal”, comenta Luis.

Criado há sete anos, o ICB tem sede na cidade de São Paulo. A fábrica foi para Indaiatuba porque quatro dos sócios moram lá. Luis é um deles. Porém, ele observa que a cidade “é próspera em microcervejarias”, como acontece em todo o interior do Estado. Particularmente, Indaiatuba possui muitos bares especializados em cerveja e uma população que “aderiu ao hábito de beber cerveja artesanal”. Luis não tem dúvidas que se trata de um mercado em expansão. Outro detalhe que contribuiu para a escolha da cidade: fica a 15 minutos da vizinha Campinas, onde funciona o aeroporto de Viracopos.

Na festa de inauguração, o público poderá conhecer as instalações. Terá à disposição dez torneiras de chope, food trucks e vários show de música.

Serviço

Inauguração da fábrica-escola do ICB

Data: 27/01/2018

Horário: 11h às 20h

Local: Rua Topázio, 60 - Recreio Campestre, Indaiatuba, SP

Para comentar, aqui

Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br