• Sônia Apolinário

Você está pront@ para a honestidade?

Por sua livre e espontânea vontade, você começa a fazer uso de um aplicativo que vai lhe permitir receber e mandar mensagens, mas de forma anônima. E você fica sujeito a ser bombardead@ tanto por palavras de empoderamento quanto de ódio, passando pelas cantadas de forte apelo sexual. Em todo o mundo, pelo menos 300 milhões de pessoas estão se sujeitando a isso como usuári@s do Sarahah. Lançado em fevereiro pelo saudita Zain al-Abidin Tawfiq, de 29 anos, foi o mais baixado, em julho, na App Store, loja de aplicativos da Apple. Mal chegou ao Brasil, já ganhou uma versão nacional, o Talk About Me, apesar do nome americanizado, foi criado por um brasileiro mesmo e tem exatamente a mesma funcionalidade.

Em árabe, Sarahah significa “honestidade”. O convite para uso do aplicativo é a pergunta “Você está pronto para a honestidade?”. Porém, é a curiosidade que tem levado as pessoas a fazer parte dessa rede.

“Entrei para ver como funcionava, por curiosidade. É muito bacana receber as mensagens de pessoas que você não sabe quem são e mesmo assim te elogiam. Tem também o lado da paquera. Muita gente está aproveitando para mandar mensagens dizendo que tá a fim, mas não tem coragem de se declarar. É verdade que tem também os haters que se escondem atrás do anonimato para falar coisas que talvez te deixe para baixo. Eu tenho recebido os três tipos de mensagem e ainda não sai do aplicativo. Tô achando graça”, conta Dienne Lima, de 28 anos, solteira, moradora de Nilópolis, Rio de Janeiro. Ela está tão despreocupada em manter seu anonimato que revelou também seu perfil no aplicativo: Dienne.sarahah.com

Já uma fotógrafa moradora de Niterói preferiu contar, de forma anônima, sua experiência no Sarahah. Ela disse que, até o momento, só recebeu mensagens “interessantes”, mas algumas amigas já foram alvo de haters e não ficaram muito bem com a experiência:

“É mais uma forma das pessoas se relacionarem. Eu brinco chamando o aplicativo de sarrada. E aconteceu de checar com uma pessoa se tinha enviado uma determinada mensagem. Não tinha, mas a sarrada acabou por acontecer (risos). Ou seja, o aplicativo está ajudando pessoas a sarrar na vida real”.

O Talk About Me faz exatamente tudo o que o Sarahah faz, mas só está disponível para

Android. O criador é Alex Becher, que lançou o Orkuti quando o Orkut saiu de cena. Segundo o site especializado em tecnologia TechTudo, o aplicativo brasileiro caminha para ter a função de responder as mensagens.

De uma maneira geral, experiências nas redes sociais que envolvem anonimato não têm tido bons resultados. Em 2015, o Secret foi tirado do ar por conta de vários casos de bullying a seus usuários que compartilhavam segredos de forma anônima.

No caso do uso no Brasil do Sarahah, muitos internautas estão printando suas telas para publicar em outras redes sociais a mensagem anônima que recebeu.

Será que Freud explica?

Para comentar, aqui

Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolinário