• Sônia Apolinário

Videoarte abre programação online da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba

A videoarte ocupa a programação de abril da versão digital e gratuita da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba. A mostra, com curadoria de Flávio Carvalho, e participação de cinco artistas, terá uma nova obra exibida semanalmente, às terças-feiras.


Hoje (6 de abril), entrou no ar “Azul” (foto), da brasileira Michele Schiocchet. Também arte-educadora, ela trabalhou em Portugal, Itália, Alemanha e Inglaterra, além do Brasil. De acordo com a artista, sua obra "contrapõe a experiência dos espaços alternativos à ideia de superidentificação".


Na próxima semana, é a vez da outra brasileira participante do evento, a motion designer Lilian Döring. Ela desenvolve projetos desde 1997, explorando web arte, animação 2D e 3D, arte interativa e vídeo poesia.


Ilusão é a palavra-chave dos trabalhos do venezuelano Kevin Lustgarten. O artista visual faz vídeos de celular e usa a edição para criar novas imagens, com o objetivo de mostrar como a criatividade e a imaginação fazem o espectador encontrar alegria nas coisas comuns. O iraniano RenderBurger (nome artístico de Farid Ghanbari) é diretor de arte há quase 14 anos. Seus trabalhos refletem a intensa pesquisa de inovação dentro da arte digital.


Erik Winkowski, dos Estados Unidos, elabora suas obras com colagem, recorte, desenho e mixagem de cenas cotidianas de maneiras inesperadas. Utiliza técnicas pioneiras de animação para trazer a espontaneidade e vitalidade da pintura de maneira experimental.


A Bienal online é uma ação de extensão da 14ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba (PR) cuja edição presencial ocorreu entre setembro de 2019 e março de 2020. Naquela ocasião, a videoarte saiu do museu e ganhou as ruas. Foram transmitidos vídeos em 1.290 ônibus e 22 terminais de Curitiba e Região Metropolitana. Agora, com a edição virtual, as obras chegarão ao público via computadores e celulares.


Criada em 1993, a Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba realiza, em 2021, sua primeira versão virtual. A 14ª edição teve a participação de 461 artistas de 45 países dos 5 continentes, sob o tema "Fronteiras em Aberto". O evento aconteceu em mais de 100 espaços pela cidade e atingiu um público de mais de 900 mil pessoas.


Os trabalhos de vídeoarte poerão ser vistos até 30 de abril, no Instagram do evento. A programação da versão virtual da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba vai até o final de 2021. Cada mês será dedicada a uma diferente manifestação artística.



Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolinário