• Sônia Apolinário

Uma resenha do rótulo da Bastards em homenagem às mulheres

E a tal semana da mulher chega ao fim. Então, nada mais justo do que degustar uma cerveja feita sob medida para a data, no caso, a Um Brinde a Elas. A Bastards (Curitiba, PR) informa que se trata de uma colaborativa entre as mulheres que trabalham na cervejaria e as que trabalham na We Are Bastards Pub. Trata-se de uma Amber Ale com casca de laranja Bahia, de 5,6% ABV e 34 IBU.

A cervejaria conta que esse rótulo foi criado ano passado e que a atual versão sofreu “pequenas mudanças na receita”. Como é a primeira vez que estou bebendo, não tenho como fazer comparações.


Ainda de acordo com a marca, casca de laranja foi adicionada na etapa de maturação, “para extrair os óleos essenciais”. Também foi usado o lúpulo norte-americano Asaka (Asacca), “que traz notas cítricas e reforça essa característica na cerveja”.


É possível que a cervejaria tenha escolhido a laranja Bahia para essa receita por ser uma fruta cuja casca é fácil de tirar. Além disso, foi o tipo de laranja que, em 1870, norte-americanos enviaram mudas da Bahia para a Califórnia. De lá, a fruta se espalhou pelo mundo, sob a alcunha de Washington Navel. Sendo a Amber Ale um estilo da escola norte-americana, nada mais apropriado do que o uso de uma laranja comum pelas bandas de lá.


Resenha


Em chope, que estava plugado no Armazém São Jorge, pertinho da minha casa, em Niterói (RJ), apresentou cor de caramelo escuro brilhante, espuma marfim de formação irregular, com pouca persistência, mas que deixa rastros pelo copo.


No aroma, o cítrico do lúpulo com predomínio de notas de laranja, mas também algum floral. Na boca, a laranja chega junto com o amargor “tranquilo” que, ainda assim, se mantém no gole. Média carbonatação e corpo médio.


Como se trata de uma Amber Ale, fiquei na expectativa de sentir algum aroma remetendo a malte, o que não aconteceu. Em relação a dulçor, percebi uma única vez um caramelo muito muito longe, quando a bebida esquentou um pouco no copo.


No final das contas, é uma cerveja muito fácil de beber, com um agradável aroma delicado e amargor controlado - para tristeza das mulheres loucas por lúpulo.





Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolinário