• Sônia Apolinário

Cerveja Império retira a expressão 'Lei da Pureza Alemã' da sua comunicação

A primeira postagem nas redes sociais da cervejaria Império, após a gafe-treta cervejeira da semana, indica que a marca alterou sua forma de se comunicar.



Não está entendendo? No podcast Happy Hour com a Lupulinário está tudo explicadinho. Você pode ouvir em https://tinyurl.com/jr3ctvck


Mas eu resumo aqui:

1. Uma jornalista que desconhecia a existência de uma Lei de Pureza Alemã para a produção de cerveja, viu um anúncio da cervejaria e colocou a boca no trombone, “denunciando” alusão ao nazi-fascismo

2. Ela foi bombardeada nas redes sociais e acabou sendo apresentada para a Reinheitsgebot

3. Ela não admitiu ter cometido uma gafe


Como eu comentei no podcast, se um anúncio causa algum tipo de ruído com um segmento da sociedade, é preciso levar isso em consideração. Aparentemente, a cervejaria fez isso (não por conta da minha opinião, é claro). Na nova postagem, o bloco de hashtags não incluiu #LeiDaPurezaAlemã como consta nas anteriores.


Com a nova comunicação, a marca reverte o que poderia ser um arranhão na sua imagem. Há várias formas para se falar uma mesma coisa. Quem se incomoda com a expressão "Lei da Pureza Alemã" ficará feliz com a nova forma da cervejaria se expressar e quem não se importa, vai continuar feliz. Os negócios agradecem.


Será que vem, agora, um novo artigo em um grande veículo de alcance nacional rasgando elogios para a marca?


Considero o assunto encerrado. Não vou monitorar se a cervejaria vai voltar aos poucos a usar a expressão "Lei da Pureza Alemã". Eu sei do que se trata.


Destaques
Últimas