• Sônia Apolinário

Bienal Internacional do Livro de São Paulo confirma sua 26ª edição para julho

A 26ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo será realizada de 2 a 7 de julho, na Expo Center Norte, e terá Portugal como país homenageado.


De acordo com os organizadores, o evento contará com 182 expositores, 300 autores, mais de 500 selos e 1.500 horas de programação cultural que acontecerão nos diferentes espaços oficiais do evento com atividades relacionadas ao universo literário.


Portugal


Vinte e um autores portugueses confirmaram presença no evento, dentre eles, Gonçalo M. Tavares, Paulina Chiziane, José Luís Peixoto, Valter Hugo Mãe, Maria Inês Almeida e Afonso Cruz. Portugal terá um estande de 500m², que inclui um auditório com capacidade para 80 pessoas, uma livraria, espaços multiusos com exposições sobre José Saramago, outra sobre os vencedores do Prêmio Camões e ainda uma área infanto-juvenil.


Espaços


A Arena Cultural Pólen, com curadoria de Diana Passy, colocará os visitantes em contato com autores nacionais e internacionais.

O Salão de Ideias, comandado por Francis Manzoni, também contará com a participação de autores, mas também de booktubers, booktokers e influenciadores para discutir temas atuais.

O Espaço Infantil, com curadoria de Elisabete da Cruz, oferecerá um programa educativo que contará a história de Portugal.

O Papo de Mercado, sob a direção do jornalista Leonardo Neto, vai debater questões como metaverso e a transposição de livros para o audiovisual e vice-versa.

Praça da palavra e Praça de histórias são os espaços da Biblio Sesc onde acontecerão contações de histórias e slams.

O Cozinhando com palavras, com curadoria de André Boccato, mesclará gastronomia e literatura.

Destaques
Últimas