Com música inspirada em manifestações lideradas por mulheres, Ira! lança álbum de inéditas após 13 anos

Depois de 13 anos sem lançar trabalhos inéditos, o grupo Ira! disponibilizou em todas as plataformas digitais o álbum Ira.

 

Esse é o 12º trabalho autoral da banda.  O primeiro em estúdio com a nova formação do grupo que, além de Nasi e Edgard Scandurra, agora conta com Johnny Boy (baixo) e Evaristo Pádua (bateria). As músicas foram gravadas e mixadas entre o final de 2019 e o início de 2020, em São Paulo.

 

A primeira faixa, "O Amor Também Faz Errar” também foi a escolhida para ser o primeiro single. O clima mod ainda está presente em “A Nossa Amizade” e “Você Me Toca”.

Na sequência da explosiva “O Homem Cordial Morreu” estão as soturnas “A Torre” e “Eu Desconfio de Mim”.

 

"Mulheres à Frente da Tropa", composta e interpretada por Scandurra, foi inspirada em manifestações lideradas por mulheres e exalta a força e o protagonismo feminino nas questões políticas e sociais do nosso tempo. Uma imagem da vereadora carioca assassinada Marielle Franco faz parte do clipe. O coro de vozes femininas conta com a participação de Virginie Boutaud (ex-Metrô). 

Outra faixa com vocais de Scandurra é “Chuto Pedras e Assobio”, parceria dele com Bárbara Eugênia. A letra é inspirada na vida dos músicos na estrada.
 
“Efeito Dominó” é a tradicional balada romântica do Ira! e traz um  dueto de Nasi com Virginie. Ela, que assina a composição, canta em francês e em Toulouse (França). A faixa ganhou clipe assinado pelo artista visual Gustavo von Ha. Foi feito à distância, com imagens de arquivos pessoais de todos os envolvidos na produção desse trabalho.

 

O último álbum autoral do grupo foi “Invisível DJ”, lançado em 2007.

 

Veja o clipe

Ouça Ira na sua plataforma preferida

 

 

                                                              Para comentar, aqui

 

  
 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Região Andirá-Marau conquista primeira Indicação Geográfica concedida no país a um povo indígena pelo waraná

22/10/2020

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br