Bloco criado por cariocas e roda de samba animarão o Carnaval na portuguesa cidade de Braga

A cidade portuguesa de Braga dá sinais de que se rendeu ao samba brasileiro. No sábado (25), será realizada a festa de lançamento do bloco carnavalesco “Minho de Janeiro”. Em fevereiro, no dia 16, rola a primeira edição do Samba In Braga, uma roda de samba que promete animar os foliões ao longo de todo o dia.

 

O bloco foi criado por dois cariocas residentes na cidade: o advogado Bruno Gutman e o empresário Pedro Licio.  

 

“A ideia do bloco surgiu após a nossa mudança para a Portugal. Notamos que em Braga não havia nada parecido com a nossa festa de Carnaval e pensamos, por que não trazer o samba para cá? Hoje vemos o lançamento do bloco como um movimento que nos une e que irá enaltecer ainda mais o amor por Braga por meio do nosso samba enredo”, comenta Gutman. 

 

É diversão, mas também negócio. O ingresso para a festa custa 15€ (cerca de R$ 60,00). Será realizada, a partir das 12h, na Quinta da Senra de Cima, um solar do século 18 utilizado como espaço para eventos da cidade. O cardápio seguirá a melhor tradição de comida de boteco carioca: linguiça acebolada, moela, frango à passarinho, caldinho de feijão e batatinha calabresa.

 

Durante a festa será apresentado o samba do bloco que, de acordo com os organizadores, será um “verdadeiro hino de amor a Braga”. Sobre o compositor, foi informado apenas que se trata de um “sambista do Rio de Janeiro”. Também participam do evento um grupo de percussão de Braga e a bailarina Camila Delphim, professora de dança formada no Rio de Janeiro.

 

Os organizadores prometem um desfile do bloco pela cidade, em data ainda a ser divulgada.

 

Roda de Samba

 

No dia 16 de fevereiro, a praça Doutor Francisco Araújo Malheiro recebe o  Samba in Braga. Trata-se de um desdobramento de uma roda de samba surgida na cidade costeira de Aveiro.

 

A música é comandada pelo cantor e compositor Nuno Bastos e grupo “Batuquê”. Nuno é uma dos maiores nomes do samba em Portugal, com uma carreira que começa a despontar também no Brasil. Nascido e criado em Estarreja, distrito de Aveiro, ele é o cantor oficial e diretor de bateria da Escola de Samba da sua cidade, a Vai Quem Quer.

 

Em 2013, o samba que compôs para a agremiação foi eleito o melhor de Portugal. No ano seguinte, foi homenageado no Carnaval do Estado do Mato Grosso, no Brasil. A banda Batuquê é formada por músicos profissionais que acompanha vários artistas.

 

Apesar de o evento ser realizado na praça, também é preciso pagar ingresso para participar: 6€ adultos e 3€ crianças.

 

Para comentar, aqui

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Pernaltas e a arte de brincar o carnaval nas alturas

08/02/2020

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br