Fábrica 1959, marca de cerveja do Grupo Pão de Açúcar, chega ao mercado com quatro rótulos

O Grupo Pão de Açúcar criou sua própria marca de cerveja especial, a Fábrica 1959. Os primeiros quatro rótulos lançados foram produzidos em parceria com o Instituto da Cerveja Brasil e a cervejaria Imigração (RS). Com a iniciativa, a expectativa da empresa controladora das redes de supermercados Extra e Pão de Açúcar (entre outras) é atingir, em um ano, 25% da participação nas vendas, em volume, da categoria de cervejas especiais.

 

 

Os estilos escolhidos foram Pilsen, IPA, Witbier e Weiss. Serão comercializados em garrafas de 500ml a R$ 11,90 (Pilsen) e R$ 12,90 (os demais) – valores cerca de 15% menores, na comparação com rótulos similares.

 

De acordo com Samir Jarrouj, Diretor de Marcas Exclusivas do GPA, são três os principais objetivos do grupo ao investir no segmento de cervejas especiais: alavancar a participação de marcas exclusivas nas vendas, aumentar o volume de vendas “em uma categoria que está em franca expansão” e fortalecer a fidelização dos clientes que buscam esse tipo de produto.

 

“O lançamento da Fábrica 1959, além de nos colocar em um patamar único dentro da estratégia de fortalecimento das nossas marcas exclusivas, está em linha com os objetivos do GPA de aumentar para 20% a participação nas vendas, até o fim de 2020. A previsão é que a nova marca atinja, em um ano, 25% da participação nas vendas, em volume, da categoria de cervejas especiais. O investimento em marca própria, na companhia, é contínuo, pois o segmento é encarado como um diferencial competitivo e estratégico”, explica Jarrouj.

 

De acordo com dados divulgados pelo GPA, a venda de cervejas especiais, no grupo, cresceu acima de 30%, “nos últimos anos”, tendência que “deve continuar se acentuando”, uma vez que “o mercado de cervejas especiais está em um ritmo acelerado de crescimento no Brasil e no mundo”. Citando dados da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), informa que, no país, a expectativa é que, este ano, a indústria cresça por volta de 25% em número de fábricas.

 

O nome escolhido para a marca da cerveja do grupo é uma referência ao ano de fundação do Pão de Açúcar. Segundo Jarrouj, os primeiros rótulos foram desenvolvidos nos estilos mais procurados, atualmente, nas lojas da rede, com receitas desenvolvidas para “atender o gosto” dos clientes. Há planos para ampliar a linha para novos estilos e edições sazonais.

 

“Temos um profundo conhecimento do nosso cliente de cervejas especiais. O consumidor da bebida está mais maduro, consegue identificar as diferenças entre os rótulos e é muito disposto a testar e conhecer novos sabores. Além disso, quando lançamos uma marca que o cliente só encontra em nossas lojas, criamos também mais uma ferramenta para a fidelização”, completa Jarrouj.

 

Somados, Extra e Pão de Açúcar, o grupo espera fechar o ano com um total de vendas de mais de 18 milhões de unidades de cervejas especiais. A Fábrica 1959 já está disponível nas lojas dessas duas redes, além dos e-commerces do grupo.

 

Para comentar, aqui

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Ambev e Pratinha se unem em busca de inovação cervejeira

14/11/2019

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br