Tack Festival leva tecnologia e inovação para o Parque Lage em onze horas de programação grátis para toda a família

Oficina de criação de holograma e codificação de games; dinâmica de cultura maker e design thinking, além de programação de jogos com Realidade Aumentada. Essas são algumas das atividades que serão oferecidas durante o Tack Festival, que será realizado no próximo sábado (30), no Parque Lage. Ao todo, onze horas de atividades gratuitas que inclui atrações como cinema a céu aberto, exposição de arte, apresentações musicais e circenses que poderão ser aproveitadas por toda a família. A recepção do público ficará a cargo de um robô interativo.

 

 

 

Essa é a segunda edição do evento. Faz parte da programação também uma série de palestras que abordará temas como tecnologia e inovação e o futuro do dinheiro. Dentre os workshops, será ensinado desde como criar um bom currículo, a como transformar uma ideia em negócio e ainda obter um investidor.

 

“O objetivo do festival é democratizar a inovação e a tecnologia, mostrando como essas coisas são aplicadas no dia-a-dia. O custo elevado de muitas dessas tecnologias afasta as pessoas do tema e um holograma, por exemplo, ainda é algo que, no imaginário das pessoas, está relacionado com o futuro distante, quando não é bem assim”, comenta a especialista em tecnologia e inovação Giselle Santos, curadora do festival, que observa que Tack é um substantivo em inglês que significa criar novo rumo; estratégia; linha de ação.

 

É por essas e por outras que na oficina de holograma, por exemplo, as crianças criarão um disply com uso de objetos do cotidiano e o próprio celular.

 

Já a oficina de Panoform parte da criação de uma ilustração que representa uma cidade do futuro, a ser feita com materiais simples. Com óculos de realidade virtual, os desenhos ganharão “vida”.

 

Um tabuleiro de Realidade Aumentada será a peça chave de um jogo de programação. Outras ferramentas serão usadas para a criação de games e animações. O programável robô Sphero vai transformar a tal da programação "nerd" em uma atividade divertida, ao alcance de todos.

 

Com tanta tecnologia, as pessoas irão se afastar cada vez mais? Giselle acredita que não:

 

“A tecnologia nos mostra que é possível ter outros espaços para informação, lazer e pesquisa. São novas camadas digitais que vão precisar de cuidados. Essa é uma discussão que também levantamos. Nesses novos futuros, o mais importante é o ser humano. A peça chave desse futuro é o ser humano”.

 

Para trazer essa “humanidade” para o evento, a programação inclui um olhar para uma questão do futuro que já faz parte do presente: a sustentabilidade.

 

Assim, também será oferecida uma oficina em que as crianças criarão brinquedos tradicionais, a partir da reciclagem de CDs antigos. Explicações sobre a Mata Atlântica servirão de estímulo para criação de animais com objetos recicláveis. Prestar a atenção nas cores e sons do ambiente também faz parte da brincadeira.

 

 

 

Segundo Giselle, várias atrações poderão ser feitas por toda a família junta. Para crianças pequenas, haverá a velha e boa contação de histórias. Pintura com os dedos sem sujar as mãos? Sim, será possível, bem como fazer animação com massinha.

 

Desafio Tack

 

Em paralelo a essas atividades, será realizada a segunda edição do desafio Tack, de empreendedorismo jovem, ministrado pela Junior Achievement. Alunos do ensino médio de cinco escolas públicas de diferentes estados do país vão apresentar soluções inovadoras utilizando a tecnologia para questões culturais. A equipe vencedora ganha uma viagem para participar da Brazil Conferene 2020, na Universidade de Harvard e no Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos. Os vencedores serão conhecidos no final do evento.

 

Os participantes são: Escola Estadual Presidente Médice (MT), Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Instituto Federal de São Paulo (IFSP), Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e Instituto Federal do Tocantins (IFTO).

 

Ano passado, quando o evento ficou restrito a escolas do Rio de Janeiro, o vencedor foi a Escola Técnica do Rio de Janeiro (ETERJ) que, nesta edição do evento, apresentará seu projeto vencedor, o QR Culture, em uma das palestras.

 

 

 

Serviço

 

Tack Festival 2019                   

Dia: 30 de novembro

Hora: 9h às 20h

Local: Parque Lage: Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico - RJ

Grátis

 

Programação completa

 

 

             

 

                Para comentar, aqui

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Ambev e Pratinha se unem em busca de inovação cervejeira

14/11/2019

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br