Papéis se livram do lixo e viram colagens expostas no Centro Cultural dos Correios

Papéis de todos os tipos - flyers, convites, revistas antigas, embalagens - que iriam para o lixo, serviram de matéria-prima para o artista plástico Bruno Lins criar as colagens que fazem parte da exposição “Linha de Montagem”. A inauguração será quarta-feira (17), às 18h, no Centro Cultural dos Correios, no Centro do Rio.

 

Na mostra, serão expostos trabalhos feitos ao longo dos últimos dois anos. A maior parte deles - mais de uma centena – são colagens no formato 8cm X 6cm. Além das micro obras – que serão dispostas lado a lado, em uma grande prateleira de seis metros de comprimento – a exposição  apresenta telas pintadas a partir de pequenos detalhes dos trabalhos com papéis e colagens que criados para envelopes de CDs.

 

- Não há, na minha obra, nenhuma representação do real.  No geral, o que me interessa são os planos de cor. Para mim, é muito importante a seleção precisa dos elementos – diz o artista que segue a linha minimalista da Escola Bauhaus.

 

Graduado em Pintura pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 1999, Bruno vive entre Rio e Araras, na região serrana fluminense, onde mantém seu ateliê. Entre exposições individuais e coletivas, nos anos 90, colaborou com ilustrações para revista Vizoo do fotógrafo e editor Pedro Garrido.

 

Linha de Montagem” fica em cartaz até 25 de agosto com entrada franca.

Pode ser visitada de terça a domingo, das 12h às 19h.

O Centro Cultural Correios fica na Rua Visconde de Itaboraí, 20, no Centro do Rio de Janeiro.

 

 

 

                                                               Para comentar, aqui

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Cervejarias do Nordeste e Centro-Oeste marcam presença no Talk Chopp com a Lupulinário em agosto

02/08/2020

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br