Abertas inscrições para o 3º Laboratório Franco-Brasileiro de Roteiros

Estão abertas as inscrições para o 3º Laboratório Franco-Brasileiro de Roteiros coordenado por François Sauvagnargues - especialista de ficção e ex-diretor geral do FIPA, o Festival Internacional de Programação Audiovisual (Biarritz, França). O Lab faz parte da programação do Festival Varilux de Cinema Francês que acontece de 6 a 19 de junho, em todo o Brasil.

 

Destinado a roteiristas, o Lab tem como objetivo o desenvolvimento da escrita de projetos dos participantes, principalmente de roteiros de longa metragem e séries de TV. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 14 de maio. As aulas serão entre os dias 3 e 7 de junho, no Rio de Janeiro, das 10h às 17h. Nesse período, 15 projetos serão analisados por três roteiristas franceses, formados no Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual (CEEA): Corinne Klomp, David Crozier e Didier Lacoste.

 

Coordenador do Lab, François Sauvagnargues iniciou sua carreira na Sociedade Francesa de Produção (SFP,) no departamento de documentários, passando também pelo setor de Relações Internacionais. Atuou como gerente de vendas na França Mídia Internacional e, posteriormente, tornou-se administrador de coproduções e aquisições no Canal ARTE França, antes de ser nomeado Diretor do Departamento de Ficção para TV do canal entre 2003 e 2011. Foi diretor artístico do Festival Internacional de Programação Audiovisual (FIPA) até 2018.

 

Corinne Klomp trocou o trabalho de jornalista econômica pelo de roteirista. Estudou no Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual e, atualmente, escreve para cinema, TV e teatro. Possui um currículo extenso, composto por mais de 12 obras cinematográficas diversas, além de várias peças teatrais. Em 2012, foi premiada como autora revelação pela obra teatral "Une saine inquietude" pela Fondation J.M. Bajen. Atualmente, é vice-presidente do Conselho de Administração da Sociedade Francesa de Autores e Compositores de Drama (SACD).

 

David Crozier é roteirista, professor do CEEA e da Escola Internacional de Cinema e Televisão de Paris (EICAR). Escreveu diversos episódios de séries de sucesso, como "Section de Recherche" (TF1), "Son & Lumière" (France 2 ), "Docteur Sylvestre" (France 3). Também é autor de filmes para TV como "Amours à mort 90" (France 3) e "Villa Vanille" (TF1).

 

Entre 1994 até 2011, Didier Lacoste escreveu várias séries semanais e premiados filmes para TV tais como "A Woman to Kill" (Arte), "Kanaks" (France 2), “Qui sème le vent” (Arte), "Shanghai Blues" (Arte) e “Les yeux ouverts” (France 2). Em 2015, tornou-se showrunner da segunda temporada da série política "Spin" (France 2), produzida por Macondo Productions e Tetramedia. Em 2017, tornou-se showrunner da segunda temporada da série de aventura dramática "Guyane" (Canal +), produzida por Edmol/Shine. Atualmente, trabalha numa série original para TV Amazons, desenvolvida pelo Studio canal.

 

 

 

 

Inscrição para para o 3º Laboratório Franco-Brasileiro de Roteiros

 

 

 

 

 

 

Para comentar, aqui

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Ambev e Pratinha se unem em busca de inovação cervejeira

14/11/2019

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br