Cachaça Tellura chega ao mercado com nova roupagem

Um dos destaques do Festival Cachaças do Rio,  realizado no final do ano passado, a Tellura Prata começa 2019 de roupa nova. Produzida na fazenda Abadia,  em Campos dos Goytacazes, a marca, em 2018, levou medalha de ouro no San Francisco World Competition.

Comunic recebeu uma Prata escoltada por miniaturas das Tellura Jequitibá e Amburana, rótulos também premiados.

 

A Fazenda Abadia tem tradição de mais de cem anos no cultivo da cana de açúcar. No ano passado, a Tellura produziu cerca de 150 mil litros de cachaça. A bebida, segundo o Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), é um dos quatro destilados mais consumidos mundialmente.  No Brasil, é a segunda bebida mais consumida e representa 72% do mercado de destilados, com mais de 4 mil marcas e cerca de 1.500 produtores registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

 

 

 

 

Entre as principais premiações recebidas pela Cachaça Tellura estão a medalha de prata no concurso mundial de Bruxelas 2018, além de 2 estrelas na International Taste & Quality Institute (iTQi) de Bruxelas – uma referência mundial na avaliação e promoção de alimentos e bebidas – através do prêmio “Superior Taste Award” (Prêmio de Sabor Superior). Recebeu também medalhas de ouro e prata no San Francisco World Competition e medalha de prata da Expocachaça.

 

 

 

 

Segundo Carlos Alberto Corrêa, Diretor da Tellura, a nova roupagem oferece mais detalhes da marca ao consumidor:

 

 “Queremos reforçar que a terra é a nossa fonte de inspiração, o ponto de partida que representa e sedimenta nossos valores e aspirações desde a colheita da cana até a produção da cachaça”.

 

A pedido do Comunic, o bartender da marca, Bruno Antunes, criou uma receita de drink para cada rótulo - basta acrescentar os ingredientes e está pronto!

 

Tellura Prata
1 dose de Cachaça Tellura Prata
Limão siciliano 
Manjericão 
1 colhere de bar de açúcar

Tellura Jequitibá
1 dose de Cachaça Tellura Jequitibá 
Abacaxi 
Cardamomo
Hortelã 
1 colher de bar de açúcar

 

Tellura Amburana
1 dose de Cachaça Tellura Amburana
20 ml de licor 43
15 ml de licor de banana
25 ml de suco de limão

No Festival Cachaças do Rio, a Tellura  que mereceu destaque foi a do restaurante Stuzzi,

que criou o drinque Maria Bonita

Cachaça Tellura amburana com jequitibá rosa

monin jasmim 

aperitivo italiano Cynar

Vermute seco 

suco de limão Tahiti 

meia folha pequena de boldo.

Decorado com flor comestível.

 

Para harmonizar, a sugestão foi  Coxinha de Polenta: coxinha de frango com catupiry, feita com polenta.

 

 

 

 

No evento, a marca também foi usada por outros dois restaurantes:

 

Aconchego Carioca 

Batida (batida de maracujá, mel, pimenta e Cachaça Tellura) + Petisco (1/2 porção de croquete de vaca atolada) 

 

Botequim Restaurante 

Matinho Bom (Cachaça Tellura Prata, mate da casa, concentrado de gengibre e hortelã) + Petisco (Pastel recheado com pernil suíno assado, acompanha vinagrete de coentro) 

 

 

Para comentar, aqui

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Ambev e Pratinha se unem em busca de inovação cervejeira

14/11/2019

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br