Osterfest levará 200 mil pessoas à cidade catarinense de Pomerode

Dentro de dois dias, uma cidade no interior de Santa Catarina, distante 171 km da capital Florianópolis, dará início a uma festa que vai durar por um mês.  No período, a população de 32 mil habitantes vai se “multiplicar” e subir para cerca de 200 mil. Neste exato momento, é possível que praticamente todos os moradores estejam envolvidos nos ajustes finais da decoração do local. Bem-vindos à Osterfest, a maior festa da Páscoa, em todo o país, realizada em Pomerode, conhecida por ser a cidade mais alemã do Brasil. Em 2018, a festa completa dez anos. Será realizada de 1º de março a 1º de abril, no Centro Cultural. O grande destaque, como sempre, será a Osterbaum, a Árvore da Páscoa, que nesta edição comemorativa será decorada com cem mil casquinhas de ovos naturais pintadas à mão, um trabalho que envolve os moradores ao longo de todo o ano.

 

 A Osterbaum é um símbolo da cultura alemã com significado religioso. A Árvore da Páscoa é feita com galhos secos de árvores, que simbolizam a morte de Cristo. As cascas de ovos coloridos da decoração remetem à ressurreição e à alegria. Ano passado, a Osterfest de Pomerode entrou para o Guinness Book por ter a maior Osterbaum de ovos naturais do mundo, feita com 82.404 casquinhas.

 

As cascas de ovos usadas para a Osterbaum são reunidas pelos moradores da cidade,

durante o ano. Elas devem ter apenas um furo pequeno, pelo qual o ovo é retirado. Depois, são lavadas e deixadas para secar com o furo para baixo. Por fim, são pintadas. A cada duas dúzias encaminhadas para a decoração da festa, o morador ganha um ovo de chocolate da Nugali, uma premiada fábrica da região.

 

A Osterbaum começou a ser montada na metade de fevereiro. Para a edição comemorativa dos dez anos da festa, foi produzida uma exposição com  réplicas das Árvores dos anos anteriores. Esse trabalho ficou a cargo dos artesãos do grupo “Feito a Mão” e poderá ser visto no Museu Pomerano.

 

Este ano, os visitantes poderão passear pela Alameda das Osterbaum, um espaço com várias árvores decoradas com casquinhas pintadas pelos alunos da Apae e moradores do Pommernheim, um centro de convivência para idosos

 

Também por conta dos 10 anos da Osterfest brasileira, mais de 20 integrantes da Associação Pomerodense de Artistas Plásticos (Apap) produzirão ovos de cerâmica decorados que ficarão expostos, durante o período do evento, na Galeria Municipal de Artes Ervin Curt Teichmann. Uma das artistas mais consagradas em pintura de ovos em diferentes tamanhos é Silvana Pujol. Após a festa, os ovos serão leiloados com renda revertida a instituições beneficentes.

 

 E pensar que tudo começou com uma feirinha montada pelos moradores que comercializavam produtos típicos alemãs de fabricação caseira. Um desses produtos são ovos recheados com doce de amendoim. Além de muito chocolate, claro. Para a Osterfest, os moradores enfeitam suas casas como só costuma acontecer, no Brasil, na época do Natal. Em cada residência, pequenas Árvores de Páscoa também são montadas.

 

 

Da programação da 10º edição da Osterfest ainda faz parte apresentação de grupos folclóricos, oficinas de costumes alemãs, passeio de trenzinho, pintura de casquinhas de ovos naturais para as crianças, competições típicas e contação de histórias para crianças.

 

                                                                Para comentar, aqui

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google +
Please reload

Destaques

Ambev e Pratinha se unem em busca de inovação cervejeira

14/11/2019

1/5
Please reload

Últimas
Please reload

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br