• Sônia Apolinário

A gaúcha Imigração é eleita melhor cervejaria brasileira das Américas

A cervejaria gaúcha Imigração e o rótulo Disturbed, uma Double IPA da mineira Verace, foram os grandes vencedores brasileiros da edição deste ano da Copa Cervezas de América. O evento, realizado de 16 a 22 de outubro em Santiago (Chile), apontou como a melhor cervejaria das Américas a norte-americana Firestone Walker Brewing Company. Já o melhor rótulo geral coube à Breaking Bud, uma American IPA da cervejaria Knee Deep Brewing Company, da Califórnia (EUA).

Na competição por categoria, o Brasil subiu três vezes no pódio com os rótulos Hausen Bier Weiss (Hausen Bier), A Noiva (Mafiosa Cervejaria) e Noi Avena (Noi), respectivamente, as melhores Wheat Beer, American Beer e Belgian Ale.

Os rótulos que dividiram a medalha de platina no último Mondial de la Bière, no Rio de Janeiro, voltaram a “empatar”. Tanto a Passione (Noi) quanto a Colorado Guanabara Wood Aged (Colorado) foram medalha de bronze na Copa Cervezas de América. Ao todo, o Brasil conquistou 71 medalhas, sendo 11 de ouro; 23 de prata e 37 de bronze.

A melhor cervejaria brasileira, a Imigração, fica em Campo Bom, no Rio Grande do Sul, distante cerca de 56 Km da capital Porto Alegre. Em 2010, a região conquistou o título de terceira melhor cidade do Rio Grande do Sul em qualidade de vida. A educação e o lazer na cidade são referências no Estado. A Imigração produz cervejas dentro do padrão alemão.

O melhor rótulo brasileiro, a Disturbed, tem graduação alcoólica de 8.1% e 81 de IBU. A cervejaria mineira Verace acabou de completar um ano de funcionamento na cidade de Nova Lima, distante cerca de 20 Km da capital Belo Horizonte.

Conheça todos os vencedores da Copa Cervezas de América 2017

Para comentar, aqui

Destaques
Últimas

© Todos os direitos reservados Comunic Sônia Apolináriosoniapolinario@yahoo.com.br